Esporte & Marketing
Futebol, outros esportes e marketing digital por Gustavo Andrade

Por que o risco de a Argentina não conseguir vaga direta na Copa é real?

Messi corre o risco de não jogar a Copa de 2018

Nos dois primeiros compromissos de Jorge Sampaoli como treinador da Argentina pelas Eliminatória Sul-Americanas, o ex-comandante do Chile não conseguiu levar seus compatriotas a uma vitória. A equipe de Messi empatou com Uruguai, por 0 a 0, em Montevidéu, e com a Venezuela, por 1 a 1, em Buenos Aires. Assim, permaneceu em quinto lugar na classificação. Ou seja, se acabassem hoje as eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, a Argentina precisaria disputar a repescagem.

Restam duas rodadas nas Eliminatórias Sul-Americanas, e Sampaoli escolheu quais jogadores tentarão levar a Argentina a uma vaga na Copa sem a dependência da repescagem. Porém, a possibilidade de Messi e Dybala não conseguirem um posto no mundial da Rússia é cada vez mais real. Não acredita? Acompanhe o post e entenda melhor.

Os próximos compromissos da Argentina

A convocação de Sampaoli foi feita para as partidas contra o Peru, em Buenos Aires, no dia 5 de outubro, e diante do Equador, em Quito, cinco dias depois. Aparentemente, os adversários não são tão fortes assim. Todavia, o desempenho recente da própria Argentina é o que chama a atenção.

Vexames de Messi e companhia

Além de não conseguir vencer nos dois primeiros jogos com Jorge Sampaoli nas Eliminatórias, o time liderado por Messi amarga vexames. Com o empate por 1 a 1 em Buenos Aires, a Argentina encerrará as Eliminatórias sem ter vencido a Venezuela, lanterna da disputa, com apenas 16% de aproveitamento. No primeiro turno, as duas equipes também empataram, pelo placar de 2 a 2, em solo venezuelano.

Resultados negativos contra Peru e Equador

No primeiro turno das eliminatórias, a Argentina também não conseguiu vencer aqueles que serão seus últimos adversários na briga por uma vaga na Copa. Logo em sua estreia, os hermanos foram derrotados dentro de casa pelo Equador, por 2 a 0. Já o duelo com o Peru, em Lima, terminou com o placar de 2 a 2.

A ascensão peruana nas Eliminatórias

Próximo adversário da Argentina, o Peru é a segunda seleção que está há  mais tempo invicta nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa da Rússia. Sob o comando do argentino Ricardo Gareca, o time de Paolo Guerrero venceu os últimos três jogos — contra Uruguai e Bolívia, em casa, e Equador, em Quito —, após ter empatado com a Venezuela, por 2 a 2, fora de casa. O último revés peruano foi justamente diante do Brasil, por 2 a 0, em Lima.

Caso mantenha sua série invicta, o Peru continuará à frente da Argentina na classificação das Eliminatórias para a Copa da Rússia — as equipes têm a mesma pontuação, mas os peruanos levam vantagem nos critérios de desempate.  Os lideres de La 12, famosos Barra Bravas do Boca Juniors, receberam 4 mil ingressos para o duelo com o Peru.

Na última rodada, a equipe de Gareca decidirá em casa, diante da Colômbia, a chance de retornar aos Mundiais depois de 26 anos — a última participação foi na Copa de 1982, com empates com Camarões e Itália, além de derrota por goleada para a Polônia.  

O perigo da altitude de Quito

Depois de ter de lidar com a ascensão peruana nas Eliminatórias, a Argentina terá outro obstáculo a superar: a altitude de 2.850m de Quito. E se não conseguir bater o Peru, na penúltima rodada, o time comandado por Sampaoli chegará à capital equatoriana fora da zona de classificação direta para a Copa do Mundo.

Porém, jogando em casa, o Equador não tem sido tão forte assim. Com quatro vitórias, um empate e três derrotas, são 54,16% de aproveitamento, o que daria o terceiro lugar na classificação das Eliminatórias Sul-Americanas.

Outras ameaças para a Argentina

Se não bastasse correr sério risco de não conseguir uma vaga direta na Copa do Mundo, a Argentina pode ficar fora até mesmo da repescagem se voltar a vacilar. Além do Brasil, que já assegurou a primeira colocação, Colômbia e Uruguai estão muito próximos do Mundial da Rússia.

Com 27 pontos, três a mais que os argentinos, os uruguaios terão duelos teoricamente fáceis, contra Venezuela, fora de casa, e Bolívia, em Montevidéu. Já os colombianos enfrentam o Paraguai, em casa, e o Peru, em Lima.

Enquanto Uruguai e Colômbia estão próximos de se juntar ao Brasil como representantes sul-americanos na Copa da Rússia, a disputa pela quarta vaga está extremamente acirrada. O Chile, que perdeu seus últimos jogos contra Paraguai e Bolívia, está apenas um ponto atrás de Messi e cia. La Roja ainda jogará contra o Equador, em casa, e o Brasil, em São Paulo.

Também seguem na disputa o Paraguai, que está a três pontos da Argentina, e o Equador, a quatro pontos dos hermanos. Quem ficar em quinto lugar disputará a repescagem contra a Nova Zelândia.

Quem joga contra quem nas rodadas finais

17ª rodada, em 5 de outubro

Venezuela x Uruguai

Chile x Equador

Colômbia x Paraguai

Argentina x Peru

Bolívia x Brasil

18ª rodada, em 10 de outubro

Paraguai x Venezuela

Brasil x Chile

Equador x Argentina

Peru x Colômbia

Uruguai x Bolívia

Enquanto a Argentina luta por uma vaga na Copa, Tite promove testes na Seleção Brasileira. Ao todo, o treinador já chamou 60 jogadores.

Você acredita na classificação da Argentina? Deixe seu comentário!

post similares
  • Alex Muralha no Flamengo e o limite entre a crítica e a perseguição “Você sabe que, quando entro em quadra, eu dou tudo de mim pelo jogo? Quando estou na quadra, tudo fica de lado. E nenhum de vocês entende isso, porque nenhum de vocês joga”. A declaração dada por John McEnroe foi retratada no filme Borg vs McEnroe, que leva ao cinema uma das maiores rivalidades da [...]
  • Afinal, marketing ajuda a conquistar torcedores? Ao assumir a presidência do Atlético Mineiro, em novembro de 2008, Alexandre Kalil dissolveu o departamento de marketing do clube alvinegro. O atual prefeito de Belo Horizonte alegava que esse departamento gerava prejuízo e dizia que, no futebol, “marketing é bola na casinha”. Assim, o Atlético ficou sem departamento de marketing por 7 anos, até [...]
  • Quem é a Rakuten? Conheça a patrocinadora de Barcelona e Golden State Warriors Com expectativa de ser uma das mais atraentes dos últimos anos, a temporada 2017/2018 da NBA começa nesta terça-feira, com o duelo entre Cleveland Cavaliers e Boston Celtics. Os torcedores que esperam pelas novidades de uma série de trocas de jogadores — como a que envolveu Kyrie Irving e Isaiah Thomas — verão outra novidade [...]
  • Futparódias: futebol, música e humor em mais de 275 milhões de visualizações em 9 meses Junte futebol, música e humor, alie experiências anteriores com audiovisual e, assim, crie um fenômeno do Youtube. É mais ou menos assim que funciona o Futparódias, uma vasta coletânea de músicas que estão bombando, transformadas em paródias com letras que exploram o que há de mais quente no futebol mundial.   Neste post, recheado de [...]
  • #NoEraPenal: a vingança do México contra a Holanda e Arjen Robben Algumas rivalidades no futebol marcam os duelos entre seleções. Provavelmente, nenhuma delas supera a entre brasileiros e argentinos. Porém, os argentinos alimentam uma forte rivalidade também com a Inglaterra, em consequência da Guerra das Malvinas. Outras grandes disputas surgem ao longo dos anos por circunstâncias de duelos em jogos decisivos ou lances peculiares. Foi assim [...]

Comentários recentes

    Categoria

    %d blogueiros gostam disto: